Uma história envolvente com um vilão fraquinho | A Guardiã dos Vazios - Victoria Schwab

by - segunda-feira, janeiro 14, 2019

A Guardiã dos Vazios é o segundo livro da duologia A Guardiã de Histórias. O livro foi escrito pela Victoria Schwab e publicado por aqui pela Bertrand Brasil. No blog você encontra a resenha do primeiro livro clicando aqui.
A resenha abaixo poderá conter detalhes do primeiro livro. Sendo assim, caso você não tenha lido o primeiro livro e tenha interesse em fazê-lo, te aconselho a não ler a resenha.



SINOPSE
Mackenzie Bishop é uma das Guardiãs do Arquivo, um domínio secreto onde descansam as Histórias dos mortos ― registros de sua vida armazenados em corpos. Se uma História desperta, ela pode enlouquecer e tentar fugir ― e cabe a Mac garantir que cada uma seja devolvida à sua prateleira. No entanto, Mackenzie não se sente mais tão apta para o trabalho. Os acontecimentos do verão passado a assombram, e, quando os pesadelos que a perseguem começam a se insinuar mesmo durante o dia, ela sabe que algo está errado. Estaria lentamente perdendo a sanidade ou será que algo ainda mais sinistro a está perseguindo? Enquanto isso, pessoas começam a desaparecer sem deixar vestígios, e, quando Mackenzie acaba tornando-se a principal suspeita, ela se vê na obrigação de descobrir o verdadeiro culpado. Caso contrário, ela corre o risco de perder tudo ― seu papel de Guardiã, suas memórias… e até sua vida.

O QUE EU ACHEI
Depois de praticamente dois anos, finalmente A Guardiã dos Vazios chegou por aqui. Esse era um livro que eu estava bem empolgada para ler por ter gostado bastante do primeiro, e por querer saber como essa duologia iria terminar. Logo na primeira página, tive uma grata surpresa ao voltar a ler algo da Schwab: a escrita da autora continua muito envolvente e os parágrafos são tão bem estruturados que a leitura flui facilmente e, quando você percebe, já leu várias páginas e está totalmente imerso na história.

Esse é um ponto muito positivo dos livros que li da Schwab: a história pode não ser a mais incrível, o plot pode ter falhas ou os personagens podem não ser perfeitos, porém a autora acerta o tom da escrita. Diferente da minha última leitura que não me agradou tanto assim, em A Guardiã dos Vazios até as conversas por mensagem estão ali porque agregam algo à história; ou seja, não são usadas apenas como um tapa-buraco, complemento desnecessário ou somente para mostrar uma interação rasa entre os personagens. A forma como a autora constrói a história e liga os fatos é feito de uma maneira que faz sentido, além do que (na minha opinião), Victoria sabe como começar uma história e chamar a atenção logo no início!

A interação entre os personagens é algo descrito de forma convincente, real e nos faz querer acompanhar o relacionamento entre eles cada vez mais. Eu gosto bastante de livros que tenham como ao menos um de seus cenários de desenvolvimento a escola e a dinâmica que acontece nesse lugar e, por sorte, Victoria Schwab trabalha bastante esse ponto, nos fazendo conhecer outro lado da personagem principal e das pessoas que a cercam; além de introduzir personagens no círculo de contato da Mackenzie que dão interações divertidas e interessantes que só agregam pontos positivos ao livro.

Apesar de ter gostado de vários pontos, teve um em específico que me incomodou bastante e que tem muita ligação com o primeiro livro. Enquanto em A Guardiã de Histórias temos um vilão fraquinho que não convence nem de longe, e um clímax que promete ser super tenso, mas não chega nem perto disso; na sequência, infelizmente, ainda colhemos os mesmos frutos. Isso faz com que toda a expectativa da resolução do livro seja um mero detalhe e não algo muito esperado, como deveria ser. Em minha experiência de leitura, por exemplo, passei boa parte torcendo para que a autora não desenvolvesse o mistério do livro; ou então que criasse um vilão forte e temível - que era o que a história evocava. No final das contas, não teve uma coisa nem outra; e ainda nos deparamos com um desenvolvimento de final um pouco confuso e sem grandes barreiras para ser resolvido. Essas coisas foram as que me fizeram tirar uma estrelinha da avaliação, apesar de ter sido uma leitura bem agradável.

No final das contas, pretendo ler algo da Victoria novamente. O livro possui alguns pontos que poderiam ser melhorados, deixando a história ainda mais incrível. Porém, é importante ressaltar que, mesmo com essas faltas, Victoria Schwab sabe criar histórias originais, fazer uma boa construção de mundo/mitologia, e ainda criar personagens memoráveis.

INFORMAÇÕES:
Título
: A Guardiã dos Vazios
2º livro da duologia A Guardiã de Histórias
Título original: The unbound
Autora: Victoria Schwab
Tradutor: Daniel Estill
Páginas: 322
Ano de Publicação: 2018
Avaliação: 4 estrelas de 5
Links para compra: Amazon | Americanas | Submarino
"Fique olhando por muito tempo para alguma coisa, diria ele, e você começa a pensar. E aonde esses pensamentos te levam? A nenhum lugar que preste"

Você também pode gostar de:

0 comentários