Anna e o Beijo Francês, Stephanie Perkins

by - julho 28, 2013

INFORMAÇÕES: 
QUANTIDADE DE PÁGINAS: 286
EDITORA: Novo Conceito
COMPRE: Submarino, Saraiva

Anna e o Beijo Francês conta a história de Anna Oliphant, uma garota que está prestes a finalizar o ensino médio, trabalha em um cinema, tem uma melhor amiga e um pequeno flerte com um garoto de seu serviço. Tudo estava indo bem quando inesperadamente seu pai, um escritor bem sucedido e famoso por romances dramáticos, muda toda a previsibilidade de sua vida: ele decide enviá-la para estudar em um internato em Paris. Sem escapatória, a garota segue as ordens do pai e acaba indo morar no desconhecido, longe de seus amigos, de sua paixão e tampouco sabendo falar o idioma de seu local de destino.

Mas as coisas não começam assim tão ruim e em pouco tempo, Anna se insere em um novo círculo de amigos. O que ela não esperava era conhecer e se encantar por Étienne St. Claire, um garoto bonito, simpático, fofo, queridinho das garotas do colégio e... Comprometido! O que se inicia como uma grande amizade entre eles começa a tomar rumos inesperados em pouco tempo. E as coisas começam a ficar um tanto quanto complicadas para ambos.

Certamente Anna e o Beijo Francês é um daqueles livros queridinhos de quase todo mundo, que a maioria dos comentários - quase 100% deles - é só elogios sobre a história. Não é por menos: Stephanie Perkins conseguiu adicionar nesse livro pitadas de romances fofos, descrições divertidas de toda a Paris e das coisas gostosas que se pode achar por lá, além de contar com personagens divertidos, encantadores, cativantes e apaixonantes. Um livro que definitivamente agradará um público mais jovem, adolescentes, mas claro, não excluindo pessoas de outras idades. Mas percebo que o intuito da autora foi maior em captar esse público-alvo, o que até poderia justificar meu desgosto com muitos acontecimentos e desenrolar de fatos na história. Percebi durante a leitura que esse livro não era para mim.


O livro é um romance clichê recheado de previsibilidade quando se tratando das atitudes tomadas pelos personagens em grande parte da história, e no desenrolar dos fatos e conflitos construídos pela autora. O romance é inserido em doses pequenas, mas com gosto de quero mais. E apesar de termos a história sobre a perspectiva de Anna, conseguimos acompanhar fatos que envolvem a vida dos outros personagens, o que acaba trazendo um entusiasmo a mais na história. Quando se tratando dos personagens, eles conseguem ser cativantes, apesar de tudo – mas claro, não em 100% do tempo.

A leitura de Anna e o Beijo Francês conduz logo de início à nova realidade que a personagem principal terá que enfrentar, narrados sob sua perspectiva de um modo divertido/ descontraído. De fato é inegável que os primeiros capítulos conseguem prender o leitor. Ainda mais se contarmos que começamos a descobrir o desconhecido junto com Anna, e a sentir/perceber tudo o que está a seu redor com ela: seus medos, apuros, sentimentos, tudo é compartilhado conosco e nos sentimos parte de sua “realidade”.

Em minha experiência com a leitura, posso afirmar que o início me prendeu muito. Porém quando estava perto da metade, já não aguentava mais ler o livro. Apenas quando a história caminhava para o final, Stephanie Perkins temperou a história com alguns acontecimentos que incitaram minha curiosidade. Ao contrário da maioria, Anna e o Beijo Francês não funcionou muito bem para mim. E olha que nem Étienne com toda sua fofura conseguiu me segurar na leitura. Ele e sua indecisão unindo às chatices que Anna tinha em vários momentos, me entediaram. Mas por incrível que pareça, ao término da leitura, os personagens acabam deixando saudade.

Essa edição tem muitos erros, deixando o leitor confuso quando se depara com frases unidas a falas, sem separações para indicar onde começa um e termina outro. Isso certamente atrapalha a leitura e faz ter que reler algumas partes a fim de captar o contexto e onde de fato é uma fala ou não.

O livro é três estrelas para mim: esperava mais da história e muito não foi alcançado. Infelizmente.

(Bom)

Booktrailer:

Quote:
Por que as pessoas certas nunca ficam juntas? Por que as pessoas tem tanto medo de sair de um relacionamento mesmo sabendo que não é um relacionamento bom?

Você também vai gostar

2 comentários

  1. Oie :)

    Aleluiaaaaa alguém que me entende, eu também dei 3 estrelas ao livro e as pessoas ficaram me julgando dizendo que eu era louco e coisa e tal.. mas sinceramente o que essa estória tem de extraordinário ? não gostei dos personagens e ao contrário de você odiei o começo, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Puxa, que bom ler sua resenha! Estava em dúvida se queria ou não ler esse livro e agora tenho certeza, não vou ler! Esses romances fofinhos água-com-açúcar não fazem meu tipo e tb não funcionam comigo. E de personagem com chatices já bastou a Kelsey, da saga do Tigre. rs
    Ótima resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir