Então eu li Insurgente...

Resenha SEM SPOILERS dos livros anteriores.

Oi gente! Ainda DÁ pra falar sobre Insurgente? Hahaha ~~a retardatária~~ Eu sei que a maioria das pessoas já devem ter ouvido falar (incansáveis vezes, talvez) sobre esse livro, mas eu precisava compartilhar minhas percepções aqui com vocês também. Isso porque desde que livros estouraram de vendas e sucesso, já ouvi muita gente falar que o segundo livro não era tão legal assim; e o terceiro, então? Aí que a coisa desanda! Mas como boa curiosa que sou (e também porque já tinha os livros aqui e eu gostei muito de Divergente HE-HE), resolvi dar uma chance para o segundo livro da Veronica Roth - e matar a curiosidade também!



Eu gostei muito do primeiro livro da trilogia (Divergente) e, inclusive, fiz resenha dele aqui no blog YAAAY (clique aqui). Mas a minha vontade em ler não estava ligada por um final doido que me deu muita vontade de saber a continuação. Até porque Veronica Roth não termina o primeiro livro com um cliffhanger enoorme. A minha sensação ao começar a ler o segundo livro, era que o texto era contínuo, sabe? Como se eu tivesse virado a página e então exatamente a sequência de como se encerrou o primeiro, viesse. Nada de cenas desesperadoras.

Fazendo um balanço geral, posso dizer que gostei de Insurgente. Pra falar a verdade, gostei mais do segundo livro do que do primeiro. Como faz um bom tempo que eu assisti o filme, não consigo me lembrar exatamente se no filme a Tris se mostrava da forma como vou dizer agora (acho que não). Mas em Insurgente eu achei que a autora conseguiu retratar uma Tris mais “humana”, sabe? Dá pra sentir todos os dramas e conflitos que a personagem passa, apesar de tentar aparentar que está tudo bem. E esses conflitos são tão reais que me convenceram muito. Eu realmente consegui ter a percepção das angústias e dúvidas dela e sentir uma empatia muito grande em relação a Tris. No filme eu já acho que eles tentam passar uma personagem mais forte e decidida, na maioria das vezes, quando, se você for pensar bem, ela deveria estar ‘surtando’ por todo histórico que ela passou/e está passando. Tudo bem que há alguns conflitos aqui e ali no filme, mas não se compara ao livro. É gente, vou ser daquelas pessoas que fazem comparações e dizem que “no livro a coisa não era bem assim”. Clichê, eu sei. Mas pura verdade.

Talvez o que tenha decepcionado algumas pessoas em relação a Insurgente é que o livro não tem tanta ação. E, bem, se você der uma olhada no filme, vai ver exatamente o contrário. Tem muita ação, efeitos especiais e as mudanças que foram feitas na adaptação para o cinema fazem todo o sentido. Até porque... tinha que ter mais emoção, né minha gente? Se fosse morninho todo mundo ia reclamar hahahha Além disso, os efeitos do filme foram incríveis! (Mesmo, mesmo. No trailer de Insurgente já dá aquele friozinho na barriga e vontade de assistir).

Pelas diferenças do livro x filme, posso afirmar que não achei o livro chato ou morno. Tudo bem, talvez a Tris esteja um pouco mais dramática, mas é totalmente justificável (como eu disse aí na parte de cima). Eu gostei bastante, gosto da narrativa da Veronica que não é tão direta, sem descrições, mas também não é maçante e toda enrolada. É quase que um meio termo. Eu pelo menos não me senti entediada durante a leitura. Isso se dá porque a autora consegue trazer um ritmo bom para a história. Ela insere momentos tensos nos locais ideais, cria dúvidas em cenas oportunas e assim, consegue manter o ritmo interessante até o final.

Concluindo, acredito que, assim como eu disse em Maze Runner, repito aqui: não acho que o filme seja excludente do livro ou vice-versa. Apesar de tomarem alguns rumos diferentes, funciona muito bem assistir o filme e ler o livro. Agora só preciso ler o último para finalizar a trilogia e... Bom, não vou ter tantas surpresas assim, uma vez que já peguei AQUELE spoiler do último livro que desmotivou muita gente. Se você pretende ler a trilogia e ainda não sabe de spoiler nenhum, não pesquise nada sobre o assunto. hahaha Sério! Peguei quando estava fuçando o instagram da Veronica.

De qualquer forma, indico sim a leitura de Insurgente! É um livro muito, muito bom! Nota 5 de 5.

INFORMAÇÕES:
LIVRO: Insurgente
TÍTULO ORIGINAL: Insurgent
AUTORA: Veronica Roth
EDITORA: Rocco (Jovens Leitores)
PÁGINAS: 509
AVALIAÇÃO: 5 de 5 estrelas
COMPRE (links): na Amazon, nas Americanas.com e no Submarino

INSURGENTE. SUBSTANTIVO. UMA PESSOA QUE AGE EM OPOSIÇÃO À AUTORIDADE ESTABELECIDA, MAS QUE NÃO É NECESSARIAMENTE CONSIDERADA AGRESSIVA.

6 comentários:

  1. Heey

    Diferente do que muita gente achou eu também gostei desse livro. Aliás eu gostei da trilogia toda e aceitei bem todas as decisões da autora.
    Curti sua resenha, esta bem escrita!! :D

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Acabei de descobrir seu blog RS. Já li insurgente e concordo em vários pontos com você. Na verdade, amei sua resenha. Bom, apesar de muitos reclamarem do livro , pela questão do "estado" da Tris, eu acho compreensível a forma que ela age algumas as vezes, afinal,como você mesma disse, isso a torna humana, e isso é o mais legal de tudo. Não sei se você deu continuidade a série, mas,eu indico que leia. Apesar de algumas características um pouco incômodas, a leitura do livro flui e temos algumas revelações interessantes. A comparação com os filmes existe,é claro . Mas para não me decepcionar muito, imagino como dois tipos de arte diferentes ,que possuem as duas seus prós e contras.
    É isso, parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julia :)
      Ahhhhh que incrível que você achou meu blog <33333 Obrigada por ter lido a resenha! Concordo com tudo o que você disse. Ainda não li o terceiro livro da série, mas está na minha lista de leituras desse ano! Você já leu? Apesar de eu já ter pegado um spoiler gigantesco sobre o final do livro, estou bem empolgada. Gosto bastante dessa trilogia <3 E quero muito ler mais coisas da Veronica Roth.

      Obrigada pelo comentário,
      Bjs!

      Excluir
    2. Olá!!
      Obrigada por me responder ☺

      Já li sim! Na verdade , faz um tempinho. Imagino o spolier que você pegou, mas não deixa ele te influenciar não, leia tranquila a obra, vale a pena. Quando iniciei a leitura, também já tinha ganhado uns spoliers , por isso li até com um "pé atrás", sabe? Mas ao final a leitura valeu a pena. Não sei se você já ouviu outros comentários por aí, eles são bem divididos , uns gostam outros não, alguns no meio termo e por aí vai. Na minha opinião , acho a leitura válida ! Afinal, é o fim de uma trilogia que me colocou no mundo das distopias (sim, eu não havia lido distopias até então rs). Como "motivacionais" para leitura :
      1- São dois narradores -
      Os capítulos são intercalados, alguns na perspectiva da Tris e outros na do Tobias - isso é legal , nos ajuda a entender outros personagens. ( apesar de alguns leitores não gostarem muito desse "sistema",não me incomodou muito não rs)

      2-Novos "horizontes" - eles irão além da cerca - conseguimos entender um pouco mais desse mundo desconhecido .

      3 - Personagens- Sem entrar em detalhes, mas aqui vamos conhecer um pouco mais sobre alguns outros personagens, por exemplo- mãe da Tris . ☺

      4 - É o final- bom, sabe aquela sensação de volta de algum mundo? Então é aqui que deixamos a Chicago Futurística criada por Veronica Roth e nos "despedimos" dos personagens, além de entendermos suas jornadas. Tenho que destacar que eu fiquei olhando para uma parede branca por uma meia hora para tentar assimilar tudo e voltar realidade rs ☺

      É isso, foram alguns pontos que eu achei legal na época e lembrei( li em 2014 - minha memória de Dory). Se você já assistiu ao filme, pode ter certeza- é completamente diferente rs . Ah, e sobre o final - tão comentado- da história , tem uma "explicação" da Autora para o rumo dos personagens que é bem legal! O divergente Brasil traduziu o texto , mas indico a leitura apenas depois de ler o livro mesmo - se não, não dá para entender nada 😂☺.
      O link- http://divergentebrasil.com/spoiler-veronica-roth-fala-sobre-o-final-de-allegiant/
      Desculpa pelo comentário gigante, e mais uma vez obrigada por me responder. Ótima leitura. ☺😉

      Excluir
    3. Oi Julia!
      Desculpe ter demorado tanto pra te responder :( Esse mês de janeiro foi bem corrido para mim, tanto que quase não atualizei o blog :/
      Maaas enfim comecei a ler Convergente \o/ huhuuul
      Realmente acho que o que eu mais ouvi foi gente falando que se decepcionou com o terceiro livro, principalmente em relação a narrativa intercalada. Muita gente diz que a narrativa do Quatro é parecida com a da Tris, como se fosse a mesma pessoa, sabe? Não sei se você chegou a ouvir isso. Mas até agora eu não achei ruim. Consigo visualizar o Quatro e a Tris separadamente rs. Acho que as pessoas que disseram isso foi porque antes a gente não estava na "cabeça" do Quatro. Então talvez elas criaram uma expectativa de que ele pensasse de uma forma mais fria (?) Não sei... Como não li tanto assim, não consigo afirmar isso completamente. Mas acredito que possa ter acontecido.
      Eu também não leio muitas distopias, então essa é a segunda ou terceira experiência que estou tendo com esse tipo de livro (e estou gostando muito!). Divergente é uma trilogia super amorzinho pra mim que eu gosto demais! Gostei do livro, gostei do filme... É só amores hahaha
      Eu não assisti o filme Convergente porque estou MUITO tensa querendo descobrir como é a vida atrás da cerca pela visão da Veronica. Quero saber como ela imaginou e bolou a coisa toda. Já ouvi dizer que o filme não é tão parecido com o livro, então depois que eu finalizar a leitura dou uma olhadinha no filme hehe :)
      Uma coisa que eu gosto bastante nesses livros é que eles são sequenciais. Se você coloca um livro ao lado do outro (digamos assim) se torna um livro só. A história é corrente. Não há uma passagem longa de tempo entre um livro e outro. Então isso me faz querer saber como a autora bolou isso tudo (se ela já sabia de tudo desde o começo. Adoro pesquisar essas coisas kkk).
      Comassimmm essa da mãe da Tris eu não sabia! Adorei! Quero muito saber mais sobre "ser divergente" e o quanto isso pode influenciar no mundo em que eles vivem.
      A parte de se despedir de uma história que a gente gosta sempre é difícil. Livros que a gente gostam deveriam ser séries mais longas kkk

      Vou olhar esse link simm, obrigada!!!
      Ahh você tem perfil no Skoob? Se tiver, me passa :)

      Bjs

      Excluir
    4. Oii!! ☺

      Obrigada por me responder! (novamente) - Quase não conheço gente que leu os livros,então é super legal conversar sobre rs.😊
      E perdão pela demora da resposta também ! Rs
      Que legal que você começou a ler,espero que tenha uma ótima leitura. Então,eu também ouvi falar de várias reclamações sobre a "voz" ser muita parecida,mas também não tive muito problema com isso e concordo com você, acho que muitos tem uma visão mais fria dele(Tobias) e por isso pensam dessa forma.
      Eu te entendo !!! Também adoro saber como o/a escritor(a) pensou naquilo tudo e de onde veio aquelas ideias, na verdade um dos motivos que me levaram a ler esta trilogia em especial, foi ter descoberto que a Veronica fazia faculdade de psicologia e teve uma das ideias para o livro no meio de uma aula de Teorias de exposição,que é um método de tratar ansiedades e fobias em que a pessoa é repetidamente exposta a tudo o que lhe provoca medo, mas dentro de um ambiente seguro, até que seu cérebro se acostume com aquilo(voltei no site da entrevista para te explicar melhor rs)- resumindo- em Divergente isso é a simulação do medo(tenho que admitir que no início achei isso meio louco mas depois me acostumei rs).Enfim,com outros autores também fico caçando informações,acho divertido. 😋
      O primeiro filme e até mesmo,o primeiro livro, são os meus preferidos,acho que deve ser porque esses que nos apresentam a história.
      Tenho conta no skoob sim, já comecei a te seguir por lá, estou como Jú ( Julia lima ), apesar de não acessar tão frequentemente,de vez em quando passo por lá .😃
      Boa leitura!! E até mais !
      :)
      Bjs

      Excluir

Tecnologia do Blogger.