O problema de (tentar) arrumar espaço na estante de livros

by - abril 03, 2014

Até ontem, estava certa de que o maior problema que eu tinha no meu quarto era espaço. Vivia reclamando para mim mesma que eu já não tinha espaço para guardar meus livros, que eles estavam se espremendo ao máximo na minha estante e ao mesmo tempo espalhados por outros lugares que não eram uma estante por não ter espaço – o que não devia estar acontecendo; então, resolvi começar a arrumá-los. Só aí que eu percebi uma coisa: o meu problema não era espaço, jamais foi, era algo mais profundo, mais íntimo. O problema era eu. ~~revelação~~


(x)
Pois é minha gente, a coisa era mais séria do que eu imaginava!! HEHE Mas antes preciso dizer que: sempre fui daquelas pessoas que jamais deixou passar na cabeça a ideia de trocar ou se desfazer de um livro. Pensava assim: uma leitura que não tenha sido tão satisfatória não significa necessariamente que o livro não possa ficar guardado na minha estante, já que a vontade de ler a história mais uma vez pode vir depois de um tempo, ou dois. Para mim os livros sempre tiveram um valor ou importância própria, algo relacionado a “eu o li então não posso simplesmente trocá-lo. Ele com certeza passou algo por isso devo deixá-lo guardado para outro momento meu”.

Mas percebi ontem que isso não se aplica quando não se tem mais espaços para guarda-los!

Eu que jamais imaginei que pensaria assim, comecei a pensar ontem a tarde. Afinal, se eu já li um livro e não curti muito a história e considerando isso, eu muito provavelmente não querei ver a sua capinha linda na minha estante (que por mais que seja bonita não vai me encher os olhos porque não vou ler ele novamente de jeito nenhum!!!!). Então, por que, eu pergunto, por que não iria me desfazer dele e dar lugar a outro livro muito mais interessante e que possa me proporcionar uma leitura mais interessante do que o primeiro? Percebem como a coisa é simples? Pois é queridos, eu que compliquei a vida.

Considerando essa história toda, eu decidi que vou me desapegar de alguns dos meus livrinhos. Aqueles que a capa bonita não justifica a história ruim, ou que a história é tão ruim quanto a capa e que eu não quero ter que olhá-la na minha estante e lembrar o quanto a história é chata, e o quanto eu NÃO vou ler aquele dito cujo mais uma vez.



Então, o que eu fiz? Separei eles sem dó nem piedade. Não sei o que me deu, mas se eu quero espaço tenho que abrir espaço. E para abrir espaço, preciso tirar o que não é tão legal assim e deixar que outros tomem o lugar.

Se você também tem esse “problema” pense em como fazer isso é bom para você mesmo (afinal, a gente não pode ficar apegado a coisas) e ao mesmo tempo vai te fazer ter mais espaço para livros novos!! Você pode se desfazer dos queridos livros ou dando de presente para alguém ou nesses sites que dá pra trocar livros como o Skoob e encontrei esse aqui, o Trocando livros que não sei se é bom, então se alguém já usou, please me fale se é realmente confiável.


Nessa reflexão de arrumar a estante (porque arrumar a estante de livros é tipo uma terapia KKKK) eu consegui deixar ela muito mais bonita (ok, não tanto quanto a que irá ocupar o lugar dela no futuro) e com espaço de sobra. E sabe aqueles livros que estavam espalhados por lugares que não era uma estante? Pois bem, consegui deixa-los todos juntinhos em um lugar só e de onde eles não deveriam ter saído. Adivinhem? Da estante, é claro!

O problema nunca foi o espaço, o problema sempre foi meu apego a livros que não são tão legais assim.

E você, caro leitor, já tentou usar essa técnica de se desapegar dos livros menos interessantes? Conta aí.

Você também vai gostar

2 comentários

  1. Oi Daisy,
    Tbm alcancei esta epifania há algum tempo. Minha estante estava lotada de livros, e sem espaço para guardar os novos. Comecei a me desfazer daqueles que não tinha gostado sem dó nem piedade. E até que foi mais fácil do que imaginava.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi! Estes dias meu marido estava reclamando que ia quebrar a estante entulhando um livro em cima do outro kkkk aí fiz a mesma coisa. Separei os livros mais ou menos dos que realmente gosto, e os ruins coloquei numa sacola e doei tudo para amigos e para a biblioteca aqui de perto. Com um aperto no peito, mas se continuasse assim me tornaria uma acumuladora. fiquei até triste quando vi como ela esvaziou, mas ficou mais bonita rsrsrs Bjos

    ResponderExcluir