Quote de livro: Meu amor, meu bem, meu querido

by - agosto 28, 2013

Você curte ler quotes de livros, marcar as passagens engraçadas, divertidas e as que você acaba gostando quando as encontra em um livro? E depois compartilha com os amigos, nas redes sociais, ou escreve no seu caderno, etc...? Eu adoro fazer isso e sou adepta a marcar quotes em meus livros com post-it para não me esquecer dessas passagens. Pensando nisso, resolvi fazer postagens esporádicas com quotes interessantes, engraçados, ou relevantes de algum livro que estou lendo no momento e acho válido compartilhar.
Finalizei a leitura de Meu amor, meu bem, meu querido recentemente, mas marquei vários quotes durante a história e separei alguns para compartilhar com vocês. Percebi que os livros da Deb Caletti (é o segundo da autora que leio) geralmente trazem várias passagens quotáveis, comentários, falas, pensamentos reflexivos ou não muito interessantes. Confira alguns logo abaixo:

QUOTES:

Às vezes me sinto mais frágil e distante do mundo em relação às outras pessoas; muito sensível, o tipo cujo coração se transfere para objetos inanimados: um único pé de meia, um campo de neve marcado por pegadas, uma única fruta no galho de árvore. Mas é verdade que experiências humilhantes podem minar sua confiança, como sal em água.

O verão é uma época em que grandes coisas acontecem para as pessoas caladas. Naqueles meses curtos, você não precisa ser o que todo mundo pensa que você é, e aquele cheiro de terra no ar e a possibilidade de mergulhar fundo numa piscina dão a coragem que não teve ao longo do ano. Você pode ser atraente e fácil, sem ninguém estar reparando em você, e pode ser alguém sem passado. O verão abre a porta e manda você pra fora.

Não estava me reconhecendo. Nem mesmo sabia se gostava dessa nova "eu". Talvez a tivesse encontrado dentro de um livro ou algo do gênero. Ela não tinha medo, era isso. Mas, para falar a verdade, ela estava me deixando nervosa.

Eu não tinha medo de nada, porque era isso o que ele queria de mim. Talvez fosse melhor eu ser quem ele queria do que quem eu pensava que era. De qualquer modo, tudo o que sei é que fiz a minha parte, que era segurar a onda e segui-lo. Daquele dia em diante, as coisas se aceleraram demais. Travis Becker era um pouco louco. Mas os nossos corações batiam em uníssono, e era isso o que importava.

Ele olhou para mim por um longo tempo. Ele me viu. Ele me viu e quis que eu me visse também.
- Um segredo - falou - Um segredo é a coisa mais pesada do universo.
Em breve resenha!

Você também vai gostar

0 comentários