Círculo de Fogo

PARA ENFRENTAR MONSTROS, NÓS CRIAMOS MONSTROS
Após tanto tempo sem falar sobre filmes aqui no site, resolvi voltar com um que está ainda em cartaz no cinema – pelo menos onde eu moro está – e não vi tanta divulgação/comentários a respeito dele por aí. Eu só resolvi deixar Instrumentos Mortais de lado e Percy Jackson para dar uma chance a um filme não tão conhecido assim porque fiquei sabendo que ele trataria sobre o quase fim do mundo e as autoridades fazendo de tudo e mais um pouco para evitar que isso aconteça e proteger nós, meros mortais. O filme? Círculo de Fogo. Se você ainda não ouviu nada sobre ele, ou não leu tanta coisa assim e ficou curioso, leia os comentários sobre o filme logo abaixo.





Eu sei que o mundo ser atacado por alienígenas hoje em dia é a coisa mais repetitiva e monótona pelo simples fato de essa premissa ser tão massivamente abordada por autores de livros, filmes e etc. Maaaas quando estamos falando do mundo ser atacado por alienígenas + robôs super incríveis e poderosos criados pelos humanos para defender o planeta + ação, tiro, bombas explodindo e guerra em alto-mar, bem... aí só nesse caso você pode abrir uma exceção.


Antes de tudo, Círculo de Fogo não é uma mistura de Battleship com Transformers. Ele traz uma premissa interessante e bem desenvolvida, com um diferencial dos anteriores. O filme conta a história do planeta Terra sendo invadido por criaturas, monstros, que emergem de um círculo de fogo no fundo do Oceano. Esses monstros, chamados de Kaijus, são altamente fortes e destrutivos, devastando cidades por onde passam, causando o terror e caos no mundo. Para combatê-los, os humanos criam robôs gigantescos, chamados de Jeager, controlados por dois pilotos em uma conexão entre as mentes onde compartilham seus pensamentos e conduzem suas ações. O filme mostra as batalhas e vai se intensificando conforme os ataques acontecem com maior frequência, e as chances de sobrevivência da humanidade são menores.

As cenas de ação são excepcionais. São aquelas que te fazem ficar sem piscar por longos minutos, sem saber o que vai acontecer, quase entrando na tela do filme e lutando junto com eles; e, claro, querendo pilotar um Jeager – o que deve ser muito emocionante. Há tanta ação e mortes porque sim meu caro leitor, eles não poupam os personagens e matam algumas pessoas que depois você acaba ficando com dó e pena e se perguntando por que????? Ah, os personagens são bem bacanas e os papeis secundários não ficam de fora desse elogio. Há humor em várias cenas também, encrencas e um pouquinho de drama – mas nada que te faça ter tempo para digerir isso direito porque tem muita ação e cenas de tirar o fôlego.












Grande parte das emoções estão ligadas aos efeitos especiais caprichados nas devastações que tais monstros fazem e, claro, aos Jeagers tentando defender o planeta – e numa dessas, eles não se importam se estão pisoteando pontes, destruindo carros, massacrando prédios. Afinal, o futuro do planeta está em jogo e nada mais parece tão relevante assim, ainda mais quando há gente morrendo e o mundo chega a um sinal de alerta total. 
Se eu te indico a assistir esse filme? O que você está fazendo aí ainda que não foi conferir no cinema, ou não está com um belo saco de pipocas e refrigerante assistindo Círculo de Fogo? Super recomendo!

Trailer:

4 comentários:

  1. Talita do Nascimento25 de agosto de 2013 17:44

    Gostei do filme, parece ser interessante...

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Não sabia do filme .
    Mas gostei trailer !!
    Quero ver :D
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii ,
    Também não conhecia o filme ,
    deve ser muito bom mesmo !!
    Fiquei com vontade de ver :D
    livrosebombons.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii
    Não assisti. mais minha prima assistiu e curtiu, não se irei assistir, não me chamou atenção, são muito chata com filme
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.