Bela Maldade, Rebecca James

by - outubro 07, 2014

INFORMAÇÕES:
EDITORA: Intrínseca
PÁGINAS: 299 páginas
AVALIAÇÃO: 4 de 5 estrelas (Ótimo)
COMPRE: na Livraria Saraiva, no Submarino
LEIA OS PRIMEIROS CAPÍTULOS: Clique aqui

Bela Maldade conta a história de Katherine Patterson, uma adolescente que após um acontecimento terrível em sua vida, decide deixar o passado para trás e tentar um novo começo, indo morar com a tia numa nova cidade. Disposta a se manter no anonimato, o que quer dizer também sem amigos, Katherine empurra a vida com a barriga, oscilando entre a culpa do que a fez fugir de sua cidade natal, com a tentativa de viver uma vida quase normal. Mas é quando Alice – uma garota de seu colégio: popular, bonita, simpática – vai aos poucos se inserindo na pacata vida de Katherine, que as coisas começam a mudar radicalmente. 

Aos poucos, Katherine vai se inserindo em um novo meio. Ela conhece Robbie, o “namorado” de Alice e quando se dá por si mesma, o trio se torna mais unido do que ela imaginava. Robbie e Alice começam a fazer parte de seu dia-a-dia; e excepcionalmente Alice, passa a reascender em Katherine os mais variados sentimentos, os de se sentir viva novamente – aqueles que ela não se permitia viver por conta da culpa de seu passado, da dor que viveu, desse fantasma que volta e meia vinha atormentá-la. E quanto mais Katherine se permite viver e embarcar nessa nova realidade, mais ela conhece sua nova amiga e começa a perceber sutilmente que Alice não é bem o que aparenta ser, e que Katherine deveria se afastar dela, caso não quisesse ter seu passado completamente desenterrado e suas feridas, abertas.



Bela Maldade é um livro que mescla um pouco de thriller psicológico no enredo e cenas de suspense, com alguns fatos do cotidiano da juventude em si. É exatamente o tipo de leitura que consegue agradar variados tipos de leitores.

O enredo dessa história é muito bem construído. A autora conseguiu amarrar muito bem vários pontos e, apesar de logo no primeiro parágrafo, já saibamos o final que a história terá, Rebecca James vai conquistando o leitor colocando aos poucos os fatos que levaram ao final da história, desenrolando os acontecimento de uma forma envolvente e bem instigante.

Quando me lembro da experiência da leitura que tive, não posso deixar de salientar que alguns pontos da história realmente me marcaram. Rebecca James, sem dúvidas, tem uma habilidade notória em narrar os fatos muito visivelmente; quero dizer, as cenas descritas na história funcionam como se o leitor estivesse de fato em uma sala de cinema contemplando o desenrolar da trama. Não posso deixar de dizer que uma cena em específico me chocou até bastante. Eu consegui sentir o terror e o drama, o clima e a tensão, até a pulsação acelerada do coração de Katherine e fiquei com desejo de entrar na história e poder alertar a personagem da enrascada em que ela estava se metendo. Afinal, as atitudes dela muitas vezes até impensadas, certamente são frutos de uma imaturidade da idade – e me vi até relembrando da fase da adolescência o quanto somos imaturos e inocentes em tantos pontos, acreditando em coisas como a Katherine acreditou.



Outro ponto que me marcou é que o livro funcionou como uma crescente para mim, algo como uma montanha russa. Confuso? Eu explico melhor isso: O início da história foi super envolvente e meu interesse e curiosidade em saber o como as coisas haviam chegado naquele ponto, funcionou de forma positiva e crescente em continuar lendo o livro. Porém, quando havia passado da metade, um pouco mais além, senti como se a autora tornou algumas coisas um pouco enfadonhas demais e somente conseguiu alavancar o ritmo novamente perto do final da história, com uma amarração genial que jamais teria imaginado sobre todo o contexto da história.

O final foi satisfatório e me agradou bastante. Bela Maldade é um livro que choca, em alguns pontos, mas consegue entreter e envolver o leitor de forma agradável. Ah, só saliento uma coisa que talvez fora um dos motivos essenciais em eu não ter considerado o livro algo com uma avaliação máxima: havia lido resenhas que comentavam que a crueldade de uma das personagens era fora do comum – e talvez isso tenha subido minhas expectativas lá para o alto em relação a esse ponto –, mas devo dizer que as coisas não são bem assim; a personagem é cruel e tem alguns problemas internos que sem dúvidas precisariam ser resolvidos, mas nada ao ponto de chocar de acordo com essas expectativas que eu havia crido anteriormente.

Esse é um livro que sempre está bem baratinho, em promoção (eu mesma o comprei por R$ 9,90 na Saraiva). Então, caso tenha a oportunidade, não perca a chance de ler Bela Maldade. Com certeza é um livro que vale a pena ser adquirir e lido.

Você também vai gostar

3 comentários

  1. Olá, tudo bem?

    Já li Bela Maldade, mas faz tanto tempo que não lembro mais de nada da história. Pretendo relê-lo em breve.

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Faz tanto, tanto, tanto tempo que eu li esse livro e ainda me lembro das coisas que eu sentia lendo ele, ele é muito intenso mesmo, um dos melhores livros do gênero que eu já li. Infelizmente, não lembro de muita coisa, já está na minha lista de releituras.
    ótima resenha e ótimas fotos <3 esse livro é lindo demais.

    ResponderExcluir