domingo, setembro 16, 2012

Falando sobre... Biblioteca!

Hoje a coluna que antes era "Nuvem de Letras" e agora é "Falando sobre" tem um tema bem interessante e você deve ter notado pelo título da postagem. Afinal, com a leitura se difundindo por aí, as pessoas se interessando mais por ler, as editoras lançando livros que prometem - ou são incríveis - nem sempre sobra aquele dinheirinho para adquirir o livro que tanto queremos; sendo assim, será que a biblioteca poderia ser uma forma de ter acesso aos livros que mais queremos?
Fonte da imagem: Weheartit Aliegr

Há pouco tempo fui na biblioteca mais próxima da minha casa que na verdade não é tão perto assim, mas ok e fiquei até surpresa com os livros que eu encontrei por lá. O fato é que da última vez que eu havia ido, ano passado, dentre o acervo da biblioteca, os livros mais conhecidos, digamos assim, que tinham lá eram do autor Dan Brown com o Código da Vinci e o Símbolo Perdido. Já na semana passada quando fui, o acervo havia mudado consideravelmente. Me surpreendi quando avistei livros que eu queria muito ler e na verdade não tinha adquirido ainda. Foi aí que surgiu a ideia de fazer essa postagem. E você vai entender um pouco melhor dessa história mais abaixo.


Livros como "Guerra dos Tronos" do George R. R. Martin, "Um dia" do David Nicholls, "A Casa das Orquídeas" de Lucinda Riley, "Diário de Vampiro" da L.J. Smith, "Tormenta" da Lauren Kate,  "O Herói Perdido" e "A Pirâmide Vermelha" de Rick Riordan, "Pequena Abelha" de Chris Cleave, e diversos outros, estavam lá nas prateleiras em ótimo estado de conservação. Achei muito legal porque são livros não tão antigos e que muita gente gosta (tipo eu). Você pode estar pensando "Ta, mas o que isso tem a ver comigo?" Muito. Porque com certeza há livros que você quer e não tem, e a biblioteca pode surgir como uma forma de você ter acesso a ele, e sem pagar nada, claro. É óbvio que em casos onde você quer ter o livro na prateleira, quando tiver a oportunidade, é bem legal comprá-lo; mas, enquanto tal fato não acontece, se deliciar com os livros da biblioteca são uma boa pedida.


Hoje vejo que a biblioteca não é assim, tão valorizada e eu não sei exatamente o motivo. Talvez seja pela visão que as pessoas nutriram de que há diversos títulos mais clássicos, com uma linguagem mais rebuscada, ou livros muito antigos e em péssimos estados de conservação. São poucas as pessoas que conheço que realmente gostam de ir até lá e então escolher um livro e pegar emprestado. Talvez o ato de "dar desculpa" de não poder ler porque não tem como comprar livros seja algo ultrapassado agora. A biblioteca serve para reduzir distâncias ($) de ler o livro que quer, já que grande parte delas está com o acervo novinho em folha, recheado de livros atuais, lançamentos. Para quem antes dizia não ir justamente por não ter livros atuais, não há mais como fugir, há livros para todos os gostos - e relativamente novos. Óbvio que há casos de exceções, como as pessoas que não possuem bibliotecas em suas cidades...


Afinal, se o acesso à leitura é mais fácil, para que complicar?
Se você mora em São Paulo e se interessou, pode conferir o acervo nesse site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/
Ah, procure informações sobre as bibliotecas de sua cidade, tenho certeza que você pode encontrar boas notícias por lá...


E, sobre tudo isso que falei, eu te pergunto: você já foi, visitou a biblioteca da sua cidade?

Abraços.

4 comentários:

  1. Na biblioteca da minha cidade também. Tem alguns livros que eu sonho em comprar. O problema é que meus caros vizinhos pegam os livros e não devolvem, normalmente só tem um exemplar.. É muito chato, porque é um patrimônio público, mas, de qualquer modo, vale a pena dar uma olhada por lá!

    Ótimo post!

    ResponderExcluir
  2. Eu costumava visitar sempre a biblioteca da Unicap aqui em Recife; estudava lá, então era meio que inevitável rs Sempre acabava parando na seção de literatura e cheguei a pegar vários livros excelentes, só que lá temos que persistir um pouco para achar realmente em bom estado de conservação; geralmente são meio gastos, porém, o acervo é até grande com alguns títulos muito bons, principalmente quando eu queria encontrar algum com edição esgotada e meio fora de circulação, ficava pulando de felicidade, eles sempre tinham.
    Hoje em dia prefiro comprar, pois adoro tê-los na estante de casa, mas também acho a biblioteca uma excelente opção. Se houvesse uma aqui perto, provavelmente mesmo com uma lista consideravelmente grande de livros comprados, não hesitaria em visitá-la vez ou outra.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu amava muito ir na biblioteca. Afinal quando eu tinha 8 ou 10 anos, minha mãe não podia comprar livros pra mim, não do jeito que eu comia os livros, rs
    Ia à biblioteca toda terça pra trocar meu livrinho, morria de dó de devolvê-lo na semana seguinte. Mas ia. E jurava que um dia eu teria a minha biblioteca em casa.
    É, acho que estou chegandol lá. Mas não posso negar que todas as idas naquele lugar maravilhoso, fantasioso e apaixonante, me tornaram a viciada que sou hoje, kkkkkkkkk

    Se não foi, vá. Se já foi, vá de novo!!

    É sempre um sonho!

    Bjkas


    Alessandra TApias
    http://www.topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?
    Gostei muito do seu post, antigamente sonhava em trabalhar numa livraria ou biblioteca, mas depois que virei blogueira, tenho uma dentro de casa, não costumo muito ir, por que na minha cidade quase não tem :(
    MAs concordo com vocês e os livros estão cresecendo ans bibliotecas.
    Poliana Araújo
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    Passa lá no blog?
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir